09 outubro 2011

Latência


Queres mesmo saber, vou persistir!
Suportar tempestades, vou ficar...
Quando o sol me bater, vou responder.
respirar todo o ar que conquistar.
Vou fazer meu calor me levantar.
E seguir por aí e procurar
Cultivar o melhor que aparecer.
Se doer, esperar a dor passar.
Nunca mais desarmar o meu amor.
Nem armar de morrer, nem me matar.


Altair de Oliveira